BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Despe-me





Não sei o que sou, nem sequer porque escrevo.
Apenas sinto esta carência dentro do meu ser e cravada no meu coração.
Preciso catapultar o pensamento, embriagar-me com as emoções que transformo em palavras.
Existo, penso, mas não encontro a simbiose desta essência.
Conheço os meus limites e a vida que corre em desencontros.
Até do teu nome já me esqueci porque não te vejo o tempo necessário para o fixar.
Lembro apenas o rosto e a silhueta perfeita. Sinto nas minhas mãos as lágrimas que te aparei quando escorregaram dos teus olhos negros da cor da minha alma.
Vem me conhecer como sou. Podes chamar-me alienado por querer o sol morno e prateado.
É miragem, bem sei, rápida, momentânea, mas quero-me assim, louco.
Vem, rompe as barreiras e as vestes do marasmo e tenta descobrir-me em mim.
Ama-me com fúria desmedida retalhando artérias e veias até me encontrares.
Vem e funde-te em mim. Embriaga-me no calor do teu carinho.
Despe-me as palavras do impulso que me envolvem nesta camuflagem que me inibe de gestos meigos e de odores silvestres.
Despe-me de segredos, medos, vontades contidas em soluços.
Sim, chama-me louco. É, quero ser louco, assim. Sei que sou instável, mas brilhante como o sol. Sei que dou luz, mas que por vezes escureço.
Sou timido como a lua que me ilumina, acanhado como ela que nem sempre mostra a cara!
Chama-me louco, serei!
Amor demente é andar desamparado na esterilidade da solidão, e ser descoberto pelo bater do teu coração.


2010-02-01

7 comentários:

Carla disse...

Olá sonhador, em primeiro quero agradecer a mensagem deixada no meu espaço.
Gostei imenso, como sempre,do texto. Transmite imensas sensações, eu diria que é pura sinestesia!
Gostei especialmente do espaço que dedicou ao seu cão lindo, isto porque concordo com todas as suas palavras. Eu descobri o mesmo há 6 meses. No início, eunão queria um cão porque achava que ía dar imenso trabalho e despesa mas, quando vi aquela preciosidade, apaixonei-me! Ela é a minha Estrela e, independentemente de todo o trabalho e despesa que dá, sem ela a minha vida já não será a mesma coisa.
Passe pelo meu tatuagens, num dos meus posts tem fotografias dela, embora com menos uns mesitos! Agora tem quase 8 meses e pesa quase trinta quilos.
Um abraço e cuide bem desse bichinho lindo.

Sonhadora disse...

Meu querido
Belissimo texto, poesia pura, desejo, sensualidade.

Lembro apenas o rosto e a silhueta perfeita. Sinto nas minhas mãos as lágrimas que te aparei quando escorregaram dos teus olhos negros da cor da minha alma.

Lindo.

beijinhos
Sonhadora

Carla disse...

Boa noite sonhador, não tem nada que agradecer as minhas palavras, são do fundo do coração. é muito bom apercebermo-nos que existem pessoas, que nem sequer conhecemos e que partilham dos mesmos prazeres e das mesmos sentimentos!
A minha Estrela é de facto encantadora, muito meiga, muito exagerada até na demonstração de afectos!...É como você diz, são nossos companheiros incondicionalmente. Também achei lindíssimo o seu companheiro, pena que já tenha uma certa idade...mais cedo ou mais tarde teremos que enfrentar a realidade nua e crua de que nã existem para sempre, não é? Por isso, há que fazer o nosso melhor e proporcinar-lhes uma vida digna, mesmo sendo animais irracionais. Parabéns pela pessoa especial que é! Um abraço

Maria José disse...

Lindo, lindo, lindo. Maravilhoso poema. O que dizer mais? Estragaria qualquer comentário. Beijos.

Ana Isabel disse...

É sempre um enorme prazer passear pelos teus textos..prosa ou poesia..as emoções transbordam..

Deixo um abraço.

catwoman disse...

Obrigada pela tua visita, já te visitei no outro blog, "ganhaste-me"com as palavras e o teu amigo de 4 patas, aqui venceste-me logo com Joe Cocker, antes de começar com o texto, igualmente belo.
Eu cresci sempre com animais por isso, não sei viver sem eles, hoje cheguei a casa e um dos meus gatos está doente, já telefonei ao vet. vou dar-lhe medicação até amanhã, depois vamos ver. Já estou preocupada.
Mas um animal é sempre uma companhia sincera.
Bjs.

PorUmDiaEscritora disse...

"Embriaga-me no calor do teu carinho."

Gostei do texto :)